Posts recentes
Search

Blog

Blog IBEL BH - Instituto Belvedere | Dicas de beleza e cuidados com o corpo - Celulite, O Que Você Precisa Saber Sobre Ela E Como Tratá-la.

Flacidez tem solução?

A resposta é SIM! Mas primeiro, precisamos entender o que é flacidez para podermos evitá-la e tratá-la.

A flacidez costuma ser um grande desafio para quem deseja ter ou manter a pele mais firme, tonificada e com aspecto saudável. Ela ocorre por vários motivos e acometem até mesmo pessoas magras, especialmente aquelas que perdem grande quantidade de massa em um curto período de tempo. Porém, é possível evitá-las e tratá-las com mudanças de hábito, e tratamentos estéticos, tanto para o rosto, quanto para o corpo de forma eficaz.

A flacidez é definida de duas formas diferentes: uma relacionada à pele em si, que é chamada de flacidez tissular, e a outra, referente aos músculos, chamada de flacidez muscular. Elas podem aparecer de forma separada, ou junta, piorando a aparência da pele.

A flacidez tissular pode ser causada pelo envelhecimento da pele, que é acelerado em decorrência da exposição solar, pelo efeito sanfona, pela gravidez, ou outros motivos. Basicamente, é quando as fibras de sustentação da pele (colágeno e elastina), perdem suas funções originais.

Já a flacidez muscular, é causada essencialmente pelo enfraquecimento das fibras dos músculos por falta de estímulo, deixando a pele com o aspecto “caído”, mesmo em pessoas que não estão acima do peso.

Agora, vamos direto ao assunto. Como eu posso evitar e tratar a flacidez?

Evite o sol

Os raios ultravioletas danificam a pele em sua camada mais profunda, a derme, que é onde se encontram as fibras de colágeno e elastina. Quando se expuser ao sol, não deixe de utilizar de forma correta um bom protetor solar para se proteger e evitar a flacidez.

Cuide bem da alimentação

Alguns alimentos ajudam muito a produção de colágeno, que consequentemente, diminui a flacidez. Um bom exemplo são os alimentos ricos em vitamina C e cianidina, como as frutas vermelhas (morango, amora e framboesa), laranja e etc. Outros alimentos também são necessários como os ricos em zinco e vitaminas A e C.

Abandone os vícios

Todos já sabem o quanto os vícios como fumar são péssimos para a pele. As substâncias químicas presentes no cigarro aceleram o envelhecimento e prejudicam as células.

O álcool também é prejudicial para a pele. Ele causa desidratação e oxidação que aceleram o envelhecimento cutâneo.

Realize exercícios físicos

Para quem busca a solução para a flacidez, são indispensáveis os exercícios de musculação. Isso porque ele fortalece as fibras musculares, e a substituição da gordura por músculos deixa a pele com aspecto tonificado. Além do fortalecimento, a atividade física mantem o peso e evita o efeito “sanfona”, que é um dos principais responsáveis pela flacidez por conta do rompimento das fibras de colágeno e elastina.

Utilize cremes hidratantes

Cremes hidratantes que contêm DMAE em sua fórmula são ótimos aliados para quem deseja se vir livre da flacidez. Essa substância aumenta a produção de colágeno e atua diretamente no músculo. Além disso, os cremes e óleos hidratantes são particularmente interessantes para grávidas que tem um ganho de peso normal dessa fase. Portanto, gestantes devem investir em bons produtos indicados pelos seus médicos.

Invista em tratamentos estéticos

Hoje em dia, temos muitos tratamentos eficazes para flacidez, que apresentam um resultado surpreendente. Exemplo disso é a tecnologia de radiofrequência que encontramos no aparelho LEGACY. O aparelho aquece as camadas mais profundas da pele, estimulando a produção de colágeno e quebrando as camadas de gordura.

Outra opção muito utilizada tanto no rosto como no corpo, é o ácido polilático,  que encontramos nos procedimentos de Sculptra. Diferente do Legacy, esse procedimento consiste na aplicação do produto sobre a pele. O produto estimula a produção das fibras de colágeno em até 66% em três meses, com durabilidade dos resultados de até dois anos. São necessárias até 3 aplicações por região.

É importante entender que cada pessoa apresenta necessidades e objetivos diferentes. Portanto, é necessário uma consulta com o médico para um diagnóstico correto da flacidez e seu nível, sendo possível a indicação de um procedimento eficaz para seu tipo de pele.

Leia também:

Sorry, the comment form is closed at this time.