Posts recentes
Search

Rugas Tag

IBEL BH - Clínica de Estética e de Dermatologia em BH | Luz Pulsada: Remover manchas na pele, combater rugas e linhas de expressão - Rejuvenescimento Facial.

Tudo o que você precisa saber sobre Luz Intensa Pulsada

Luz Pulsada – Neste post, esperamos esclarecer as dúvidas mais comuns que chegam ao nosso consultório sobre o tratamento com Luz Intensa Pulsada de acordo com os conhecimentos médicos.

É importante saber que apesar dos esclarecimentos descritos, cada paciente deseja alcançar um objetivo específico e cada tipo de pele exige cuidados especiais. Portanto, uma avaliação, uma indicação e um acompanhamento profissional são essenciais para um resultado eficaz e seguro.

O que é Luz Intensa Pulsada?

A Luz Intensa Pulsada é um tipo de tratamento semelhante ao laser, que pode ser usado para remover manchas na pele, combater rugas e linhas de expressão.

O tratamento com Luz Intensa Pulsada é seguro e vários estudos científicos tem demonstrado que mesmo meses após as sessões de tratamento não há aumento das células de defesa CD4 e CD8 (molécula que se expressa na superfície de algumas células) que estão relacionadas a presença de doenças e tumores cancerígenos.

É interessante conhecer a história do equipamento e sua evolução até chegar onde chegou. Em 1990, Goldman e Eckhouse descreveram uma nova lâmpada de flash de alta intensidade como uma ferramenta adequada para tratar lesões vasculares. Porém, eles perceberam que havia diminuição dos pelos nas áreas em que era aplicada.

Em 1994, a luz intensa pulsada (LIP) foi lançada como um dispositivo médico e, desde então, houve algumas modificações para melhorar a efetividade e diminuir os efeitos adversos, trazendo melhorias com um mais fácil manuseio, o aumento da segurança, além de ampliar o espectro de indicações potenciais.

As luzes de primeira geração tinham alta incidência de efeitos secundários. As de segunda geração já possuíam os filtros de corte. Na terceira geração de Luz Pulsada, eles adicionaram o resfriamento da ponteira por ar refrigerado.

Atualmente, estamos na quarta geração, em que os equipamentos de Luz Pulsada possuem resfriamento da ponteira por água e pastilha de peltier e bancos de capacitores, além dos filtros de corte que permaneceram.

A Luz Intensa Pulsada (LIP) é gerada por um aparelho específico que possui uma lâmpada flash de alta energia, ou seja, emite luz e produz calor na pele atingindo diferentes alvos: a melanina; que, em excesso, causam sardas e manchas, os vasos sanguíneos; no caso, os microvasos da face e colo principalmente, e o colágeno; para tratamento de flacidez e rugas.

A Luz Intensa Pulsada, assim como o Laser, é uma fonte de energia luminosa não ablativa. Ou seja, ambos geram calor na pele sem provocar qualquer alteração da continuidade da pele (um corte). Mas diferentemente do Laser, a Luz Pulsada apresenta diversos comprimentos de onda, isto é, todo ou parte do espectro luminoso. Com isso, o Laser é mais específico pois age exatamente no ponto desejado (na melanina, por exemplo) e a Luz Intensa Pulsada é inespecífica, pois aborda diferentes alterações numa mesma aplicação.

Para que serve e qual é a indicação para a Luz Intensa Pulsada?

A Luz Pulsada possibilita o tratamento de várias lesões causadas pelo fotoenvelhecimento, em diversas áreas do corpo como face, dorso das mãos, colo e pescoço.

Trata rugas finas, vasinhos faciais, rosácea, manchas solares, dano solar crônico, alteração de textura da pele, olheiras e poiquilodermia (manchas, vasos e envelhecimento do colo e pescoço). O que permite que a LIP trate diferentes problemas é sua amplitude de comprimento de ondas, que atingem diferentes profundidades da pele.

O tratamento com Luz Intensa Pulsada está indicado para pessoas com fototipos I (cútis branca muito sensível), II (cútis branca pouco sensível) e III (cútis morena clara).

Tonalidades mais escuras têm maiores chances de complicações, pois a melanina, em maiores quantidades, pode absorver o feixe luminoso.

As principais indicações para o tratamento são:

  • Remoção de manchas na pele: Esta técnica é indicada para remover manchas e sardas na pele, mas também pode ser indicado em caso de lentigo solar e nevo melanocítico. O tratamento com a luz pulsada clareia a pele, aumenta em 50% a quantidade de fibras de colágeno e elastina deixando a pele mais firme e menos flácida, além de aumentar também a presença de pequenos vasos na pele, que melhoram a oxigenação sanguínea local, conferindo um tom uniforme e uma pele mais jovem e bonita.
    As sessões de tratamento devem acontecer com cerca de 3 a 4 semanas de intervalo e durante o tratamento, é recomendado o uso de filtro solar FPS acima de 50 no rosto diariamente e evitar a exposição solar direta. Após as primeiras sessões podem surgir manchas escuras no local tratado, e essas manchas são chamadas de hiperpigmentação pós-inflamatória transitória, mas ao ter os cuidados diários com a pele e ao usar loção calmante a seguir o tratamento, eles tendem a desaparecer. Usar loção clareadora por 1 mês antes de iniciar o tratamento pode diminuir o risco de manchas após o tratamento.
  • Rejuvenescimento facial: Auxilia no processo de atenuar de rugas e linhas finas de expressão. As linhas finas de expressão e as rugas podem ser atenuadas com o uso do aparelho de Luz Intensa Pulsada, porque este tratamento promove o aumento da quantidade das fibras de colágeno e melhor organização das fibras de elastina que dão sustentação à pele, e que normalmente tem sua produção diminuída, com a idade, a partir dos 30 anos.
    O aumento destas células é progressivo, por isso, após cada sessão de tratamento, as células continuam sendo produzidas naturalmente pelo corpo durante cerca de 3 meses, e por isso os resultados não são imediatos, mas se mantêm por longos períodos. Assim, uma boa estratégia é fazer 5 sessões a cada ano para continuar o tratamento de atenuar rugas e linhas finas de expressão. O intervalo entre as sessões deve ser de 1 mês.
    Deve-se usar protetor solar acima de FPS 50 rigorosamente por 7 a 10 dias antes e depois do tratamento com Luz Pulsada. Como forma de complementar o tratamento anti-idade também se pode usar sérum com 10 a 30% de ácido alfa-hidroxi associado a hidroquinona à 4%.
  • Auxilia no tratamento de rosácea e telangiectasia: A pele avermelhada e a presença de pequenos vasinhos de sangue, sob a pele que afeta principalmente o nariz e as bochechas, pode indicar um problema de pele chamado rosácea, e estes pequenos vasinhos no nariz indicam Telangiectasia, e ambos podem ser solucionados com um tratamento com Luz Intensa Pulsada, porque a luz e a energia emitidas pelo aparelho promovem uma melhor reorganização das células e distribuição dos pequenos vasinhos de sangue.
    São necessárias de 3 a 4 sessões, com intervalo de 1 mês entre elas, e normalmente é observada uma redução de 50% já na segunda sessão de tratamento. Não existem efeitos adversos desse tratamento, ficando a pele somente rosada na região tratada nas primeiras horas, mas não ficam cicatrizes ou manchas no local.
  • Clareamento de olheiras: A Luz Intensa Pulsada também possui ótimos resultados no clareamento das olheiras, alcançando excelentes resultados quando a olheira é causada por congestão vascular, já nas olheiras de origem hereditária os resultados podem não ter grande significado. São necessárias, pelo menos 3 sessões com intervalo de 1 mês para alcançar os resultados.
    Após a sessão é normal que a pele tratada fique um pouco avermelhada nas primeiras horas, podendo permanecer por até 3 dias, e pode haver formação de pequenas crostas que não devem ser removidas com as unhas.

O tratamento com Luz Intensa Pulsada deve ser realizado com profissional devidamente capacitado.

Como funciona a aplicação da Luz Intensa Pulsada?

O tratamento com Luz Intensa Pulsada deve ser feito por um médico especialista e acontece a partir da aplicação de feixes de luz na pele, que são absorvidos pelas células e substâncias presentes na pele.

Antes de iniciar o procedimento, o paciente é orientado a chegar com 30 minutos de antecedência do horário agendado para a aplicação do creme anestésico utópico.

Durante a sessão o terapeuta e o paciente deverão usar óculos apropriados para proteger os olhos da luz emitida pelo equipamento. Utiliza-se também um jato de ar frio durante a aplicação para amenizar qualquer desconforto.

A Luz Pulsada é menos dolorosa que o laser tradicional, e durante o tratamento pode sentir uma pequena queimação que passa dentro de alguns minutos.

Cada sessão dura em média 40 minutos, podendo variar de acordo com o objetivo da pessoa, e devem acontecer geralmente em intervalos de 4 semanas.

Após o tratamento, é normal que a pele fique avermelhada e inchada, sendo necessário o uso de cremes ou pomadas cicatrizantes com filtro solar, que protejam a pele. A exposição solar não é recomendada durante 1 mês antes e depois de cada sessão, a pele pode descamar e surgir pequenas crostas, que não devem ser arrancadas manualmente, esperando que elas caiam sozinhas. Se a pele do rosto descamar não é recomendado usar maquiagem, dando preferência ao uso de cremes hidratantes com efeito refrescante ou calmante várias vezes ao dia.

Além disso, não é aconselhável tomar banho com água muito quente no mesmo dia do tratamento e é indicado usar roupas leves que não friccionam a pele.

Quais são os cuidados necessários com a pele antes de realizar o procedimento com a Luz Intensa Pulsada?

Não se bronzeie antes do tratamento com Luz Intensa Pulsada. Peles bronzeadas têm maiores chances de sofrer complicações, como hipo ou hipercromia.

Usar loção clareadora antes de iniciar o tratamento pode diminuir o risco de manchas após o tratamento.

Em quais áreas pode ser aplicada a Luz Intensa Pulsada e quais são as indicações?

O tratamento com Luz Pulsada pode ser aplicado na face, pescoço, colo, braços e mãos.

Quantas sessões de Luz Intensa Pulsada são necessárias para obter resultados?

Geralmente, para se obter o máximo de eficácia no tratamento de manchas, sardas e vasos sanguíneos aparentes se recomendam três sessões em média, mas é comum observarmos os resultados desde a primeira aplicação. Para o tratamento de rugas finas e flacidez, é preciso estimular o colágeno, o que demanda mais tempo. Consequentemente os resultados aparecem com mais tempo e podem ser necessária até cinco sessões de Luz Intensa Pulsada ao ano. O intervalo entre as sessões pode variar, mas a espera de 21 a 30 dias costuma ser suficiente.

De quanto em quanto tempo posso realizar novamente o tratamento com Luz Intensa Pulsada?

As sessões de tratamento devem acontecer com cerca de 3 a 4 semanas de intervalo. Esse tempo pode variar para cada tipo de tratamento. Isso deve ser analisado e esclarecido pelo médico.

Quais são os resultados esperados após a aplicação da Luz Intensa Pulsada?

No mesmo dia é normal sentir o rosto quente e avermelhado, como em um dia de exposição ao sol. Após as primeiras sessões podem surgir manchas escuras no local tratado, e essas manchas são chamadas de hiperpigmentação pós-inflamatória transitória, mas ao ter os cuidados diários com a pele e ao usar loção calmante seguido do tratamento, eles tendem a desaparecer.

Os resultados do tratamento são a melhoria da qualidade e firmeza da pele, fechamento de poros, clareamento de manchas, e vasinhos na pele.

Como é o processo de recuperação após realizar Luz Intensa Pulsada?

A recuperação do tratamento é considerada rápida podendo ser de 3 a 7 dias. Dependendo da intensidade do tratamento, pode ser indicado uma sessão de LED que é um tratamento de fototerapia a laser de baixa potência. A emissão luminosa calmante na pele é capaz de promover aumento no metabolismo celular e consequente reparo tecidual. Tem efeito anti-inflamatório e gera estímulo de colágeno. É indicado também o uso de cremes prescritos pelo médico para melhor cicatrização e mais rápida recuperação.

Após o tratamento com Luz Intensa deve ser feito o uso de protetor solar de acordo com a recomendação médica. Pode haver a necessidade de usar medicação de corticoide caso haja inflamações.

O que pode ser feito para amenizar o desconforto após realizar Luz Intensa Pulsada?

Após a sessão de luz pulsada, se houver algum desconforto, pode ser utilizado água termal ou algum creme hidratante regenerador da pele para minimizar os efeitos e aliviar a sensação de ardência.

Pode ser indicado também, dependendo da intensidade do tratamento, uma sessão de LED que é um tratamento de fototerapia a laser de baixa potência. A emissão luminosa calmante na pele é capaz de promover aumento no metabolismo celular e consequente reparo tecidual. Tem efeito anti-inflamatório e gera estímulo de colágeno.

Quanto tempo dura os efeitos de um tratamento com Luz Intensa Pulsada?

Qualquer tratamento estético precisa de fotoproteção e cuidados para que os resultados sejam mantidos. O tempo de duração vai variar muito de acordo com o objetivo do tratamento. Para rugas e linhas finas de expressão os resultados podem ser mantidos em média por 6 meses. Já para tratamento de manchas na pele ou sardas e vasinhos, o resultado é definitivo desde que mantenha os cuidados diários para prevenção de novas manchas, como o uso do protetor solar, uso de chapéu para evitar sol no rosto, etc. É sempre importante lembrar que o processo de envelhecimento é contínuo e todo procedimento que combata sinais de envelhecimento precisam ser mantidos de tempos em tempos.

A Luz Intensa Pulsada pode ser combinada com outros tratamentos?

Sim. Não só pode como deve! Existem diversos procedimentos que podem ser combinados com a Luz Pulsada para potencializar resultados.

• Para rejuvenescimento e tratamento de rugas e linhas de expressão por exemplo, pode ser indicado a Luz Pulsada e aplicação de Toxina Botulínica ou mais conhecida como “Botox”. A toxina botulínica aliada a Luz Pulsada causa um efeito lifting na pele, aumentando muito o rejuvenescimento, principalmente na área dos olhos.
Para o mesmo objetivo ou visando também o preenchimento de áreas faciais que tiveram perda de gordura através do tempo, pode ser indicado um plano de Luz Pulsada e Preenchimento com Ácido Hialurônico. Ambos os tratamentos auxiliam na suavização de rugas mais profundas da pele e o preenchimento com Ácido Hialurônico devolverá para a face seu contorno natural e jovial.
Visando rejuvenescimento, pode ser indicado também um plano de Luz Pulsada e Biostimuladores de colágeno como Sculptra, Radiesse ou Ellansé. Os bioestimuladores são procedimentos de efeito lifting. Poderosos estimuladores de colágeno no tratamento de flacidez e perda de gordura facial e corporal.

• Para manchas na pele, pode ser indicada a combinação de Luz Pulsada e Laser CO2 Fracionado que também é um tratamento eficiente no combate às manchas e marcas de envelhecimento. Essa combinação é capaz de potencializar o tratamento de remoção de manchas nas áreas da face, pescoço, colo e mãos.

• Para potencializar o tratamento em áreas de flacidez como face, papada, pescoço, e colo, pode ser indicado um plano de Luz Pulsada e o Ultrassom micro e macro focado Ultraformer III. O ultrassom é um tratamento que foi desenvolvido com o intuito de proporcionar efeito de “lifting” facial ou corporal de forma não-invasiva e não-cirúrgica. Essa é uma combinação poderosa para tratamento intenso de flacidez.

• Outra opção para melhora no aspecto da flacidez seria o plano de Luz Pulsada e Legacy. O Legacy é um equipamento de alta tecnologia para tratamentos de gordura localizada, flacidez e celulite. Além de tratar áreas menores como face, pescoço e colo, é muito eficaz em grandes áreas como nádegas, coxas, abdômen, costas e braços.

Existem contraindicações no tratamento com Luz Intensa Pulsada?

Gestantes, pessoas com vitiligo, melasma ou infecções ativas no local a ser tratado devem evitar o tratamento pois podem ocorrer hipo ou hipercromia, isto é, alterações da coloração da pele.

O tratamento com a luz intensa pulsada não é recomendado para pessoas que estejam fazendo uso de Roacutan, corticoides, antibióticos, anticoagulantes ou remédios fotossensibilizantes, já que a pele fica mais sensível, podendo resultar em manchas na pele caso o procedimento seja realizado.

Além disso, a Luz Pulsada não é indicada para pessoas que estão com a pele bronzeada ou apresentam sinais de infecção na pele ou ao redor de feridas, ou que possuem câncer de pele.

Essas contraindicações devem ser levadas em conta no momento da avaliação do paciente pelo profissional para que sejam evitadas complicações durante ou após o tratamento, como por exemplo, muita vermelhidão da área tratada, coceira e formação de bolhas, que pode indicar queimadura na pele, devendo o tratamento ser suspenso até a pele esteja íntegra novamente.

Possíveis complicações após o tratamento com Luz Intensa Pulsada:

Pode haver irritação, dor, inchaço, formação de feridas e vermelhidão. Em geral estas lesões são brandas e se resolvem de três a cinco dias após o tratamento. Também podem ocorrer hipo ou hipercromia – ou seja, a diminuição ou aumento da pigmentação da pele.

Bolhas são raras e podem significar queimadura, necessitando de tratamento médico especifico. Complicações a longo prazo, como as cicatrizes, são raras e ocorrem em consequência de uma técnica de aplicação falha. A técnica falha acontece quando não é feito o ajuste adequado da amplitude de onda da Luz Intensa Pulsada.

Pode ocorrer também lesão ocular se o médico e o paciente não utilizaram o óculos de proteção durante o tratamento. Nesse caso, podem surgir alterações graves nos olhos, afetando a íris. Mas para eliminar esse risco basta usar o óculos de proteção de forma correta durante todo procedimento.

Antes de tomar a decisão de realizar o procedimento, é necessário realizar uma consulta com um profissional. No IBEL, Instituto Belvedere, localizado em Belo Horizonte, frequentemente realizamos o procedimento com Luz Pulsada após avaliação e indicação médica. O procedimento é realizado em consultório, pelo médico, com um auxiliar em sala para ajudar nossos pacientes em todos os processos que serão realizados, desde a aplicação do anestésico até a finalização do procedimento. Todos os cuidados pré e pós o procedimento são esclarecidos por nossos médicos e profissionais, e o paciente é acompanhado durante todo o processo de recuperação. Oferecemos ao paciente uma sessão de LED para ajudar em sua recuperação e deixa-lo mais confortável e seguro.

Além da sessão de LED, o médico acompanhará o paciente e avaliará o processo de recuperação, análise de resultados e indicação de novos procedimentos se necessário para a potencialização e manutenção de resultados.

Para maiores esclarecimentos, agende uma consulta com um de nossos profissionais e desfrute de um atendimento personalizado para você!

Para maiores esclarecimentos, agende uma consulta com um de nossos profissionais e desfrute de um atendimento personalizado para você!

Tem algo a dizer sobre este artigo? Comente abaixo ou compartilhe conosco no Facebook ou em nosso Instagram.

IBEL BH - Clínica de Estética e de Dermatologia em BH | Tratamentos Dermatológicos: Tudo o que você precisa saber sobre Laser CO2 Fracionado.

Tudo o que você precisa saber sobre Laser CO2 Fracionado.

Laser CO2 Fracionado – Neste post, esperamos esclarecer as dúvidas mais comuns que chegam ao nosso consultório sobre o tratamento de Laser CO2 de acordo com os conhecimentos médicos.

É importante saber que apesar dos esclarecimentos descritos, cada paciente deseja alcançar um objetivo específico e cada tipo de pele exige cuidados especiais. Portanto, uma avaliação, uma indicação e um acompanhamento profissional são essenciais para um resultado eficaz e seguro.

O que é Laser CO2 Fracionado?

Os lasers de dióxido de carbono (CO2) fracionados ou “pixilados” são um dos últimos avanços nos tratamento de rejuvenescimento cutâneo não cirúrgico. O CO2 possui o comprimento de onda mais longo de todos os lasers no mercado e pode ser usado em diverso tipos de pele com ajustes apropriados nas configurações.

O laser CO2 provoca um processo inflamatório na pele, que ao cicatrizar, estimula a produção de colágeno e também uma retração da pele, causando estiramento e melhora das rugas finas. Porém, como seu alvo é a água, não há tanto risco que ele atinja a derme, se concentrando na epiderme (camada mais superficial da pele). Resumindo, ele remove camadas inteiras da pele, em uma profundidade programada de acordo com a energia utilizada.

Como sua recuperação era muito lenta, afinal uma área grande de pele era lesionada, e a chance de causar manchas era muito maior, criaram a tecnologia do laser CO2 fracionado, em que o raio único é dividido em diversos microrraios, atingindo a pele mais profundamente e em regiões menores.

Dessa forma, ele faz pequenas lesões, deixando microáreas de pele intactas misturadas com áreas em que o laser atuou, causando menos agressão à pele e trazendo uma recuperação muito mais rápida.

Laseres de CO2 fracionados se destacam no tratamento de rugas mais profundas, alterações mais severas de textura devido a dano solar, rugas, manchas, cicatrizes de acne e cicatrizes cirúrgicas ou provenientes de traumas. Pode ser usado sobre a pele delicada das pálpebras e ao redor da boca. É também um tratamento muito efetivo para dano solar e crescimentos pré-cancerosos (queratose actínica) e estrias.

Pode ser usado para melhorar a textura, rugas e manchas no pescoço, tórax, braços e pernas, mas isto somente deve ser feito por especialistas devido ao risco de complicações, incluindo formação de cicatrizes, a qual é mais alta nestas áreas.

O que este aparelho NÃO faz? Ele não cuida de vermelhidão, incluindo vasos sanguíneos dilatados (telangectasias) ou descoloração manchada avermelhada no pescoço (poiquilodermia).

Temporariamente, este pode até mesmo fazer com que estes problemas pareçam piores, pois o tratamento laser por si só causa alguma vermelhidão. Para problemas como vermelhidão e veias, um IPL de grau médico (não estético) ou laser corante pulsado, como um Candela, é mais efetivo.

Para que serve e qual é a indicação para o laser CO2 Fracionado?

O laser CO2 fracionado pode ser indicado para diversos tratamentos.

É indicado para pessoas que buscam rejuvenescimento da pele, remoção de cicatrizes cirúrgicas, cicatrizes de acne, manchas de acne e manchas em geral, cicatrizes de estrias, olheiras com pigmentação escura, ou melhora no aspecto da flacidez facial como nas pálpebras por exemplo.

Indicado como tratamento para melhorar a qualidade da pele como poros dilatados, tratamento para rosácea e vitiligo. Ele é excelente para rugas, pois consegue atingir diversas superfícies da pele, nivelando sua estrutura. Além disso, como o laser CO2 total, ele estimula a produção de colágeno nas áreas em que agride a pele, dando a elas uma aparência mais jovem.

Pode ser usado em cirurgias estéticas em geral como a Ninfoplastia (cirurgia íntima, que muda o aspecto da vulva), Blefaroplastia a Laser (cirurgia de correção de bolsas nos olhos e pálpebras), Rejuvenescimento Facial a Laser, Otoplastia a Laser (Cirurgia de correção para “orelhas de abano”) etc, trazendo diversos benefícios como menor inchação no local, menos dor no pós-operatório, reduz o sangramento reduzindo a probabilidade de hematoma, promove contração da pele em áreas de maior flacidez como braços, região interna da coxa, abdômen e papada, a recuperação é mais rápida e atenua as ondulações da pele em caso de celulite.

Esse aparelho também tem usos terapêuticos, como em casos de ceratoses seborreicas (pintas benignas) e ceratoses actínicas (lesões pré-malignas). Também pode ser usado em verrugas virais e manchas na pele e para melhorar o aspecto de cicatrizes cirúrgicas, inclusive queloideanas, estrias atróficas e outras lesões de pele.

Como funciona a aplicação do Laser CO2 Fracionado?

O tratamento de Laser CO2 Fracionado é necessariamente em consultório. Inicialmente é aplicado um anestésico tópico de alta absorção. Então, basta relaxar e ouvir música, enquanto o creme anestésico faz efeito.

Após estar anestesiado por cerca de 40 a 60 minutos, o gel anestésico será removido. O tratamento (duração) varia em relação a superfície a ser tratada. Os olhos do paciente são protegidos e a sessão começa. Um jato forte de ar frio (um resfriador) é assoprado sobre a área durante o tratamento para torná-lo confortável.

O desconforto varia de leve a moderado. Planeje permanecer no consultório por 1 hora e meia no total. A maioria das pessoas vai e volta dirigindo de suas aplicações de laser CO2 fracionado. Isto pode ser diferente de paciente para paciente. Alguns pacientes preferem tomar um anestésico via oral para poder relaxar durante a aplicação e evitar qualquer desconforto. Nesses casos é necessário um acompanhante por conta do efeito de sonolência do tranquilizante.

O laser de CO2 fracionado é uma tecnologia que emite um feixe de luz com propriedade de ser atraído pelas moléculas de H20 do corpo humano.

Sendo assim, vaporiza essas moléculas e estimula a cicatrização da área tratada, bem como, a produção de colágeno do organismo. Com o aumento do colágeno na região, desencadeia a redução das cicatrizes traumáticas e cirúrgicas, diminuição das manchas na pele e estrias. Todo esse processo promove o efeito de rejuvenescimento da pele.

Cuidados necessários com a pele antes de realizar o procedimento com Laser CO2 Francionado

Algumas vezes é necessário fazer um tratamento preventivo com o médico para herpes e bactérias sete dias antes da aplicação do laser. Antes da sessão, a pele precisa estar completamente limpa e desengordurada.

Também é importante que a pele não esteja bronzeada. Caso esteja com a pele bronzeada, é necessário esperar um tempo para realizar o procedimento. Já o uso de ácidos e cremes é permitido até 2 dias antes do procedimento.

Não é necessário estar em jejum para realizar o procedimento.

Em quais áreas pode ser aplicado o Laser CO2 Fracionado e quais são as indicações?

O laser CO2 Fracionado pode ser aplicado em todas as áreas do corpo que carecem de tratamento e rejuvenescimento. Áreas de rugas finas como nos lábios, testa e pés de galinha, pele envelhecida ou danificada pelo sol, verrugas, olheiras, cicatrizes de acne ou catapora, cicatrizes pós-cirúrgicas, estrias e etc.

Pode ser aplicado na face, pescoço, colo, seios, costas, abdômen, mãos, nádegas e pernas. Através dos feixes de luz do Laser CO2 Fracionado é possível remover finas camadas de pele. O tratamento é muito preciso, por isso os danos ao redor da área tratada são mínimos.

Quantas sessões de Laser CO2 Fracionado são necessárias para obter resultados?

O número de sessões de laser CO2 fracionado varia de acordo com os objetivos do paciente, mas normalmente são de duas a cinco sessões. Quando se trata de manchas ou poros dilatados, são necessárias em média duas sessões.

Para tratar estrias, cicatrizes, rugas e flacidez são necessárias de três ou mais sessões.
A periodicidade também varia de acordo com a indicação, e vai de 30 dias até três meses, de acordo com a orientação do médico.

O tempo da sessão pode variar de acordo com a área a ser tratada, mas em média dura em torno de duas horas, contando com a aplicação dos cremes anestésicos.

No geral, a melhoria na pele causada pelo laser CO2 é duradoura, mas como o envelhecimento é um processo constante, no geral é necessária a reavaliação com o médico anualmente ou mesmo a cada seis meses, para verificar a necessidade de reaplicação desse laser.

De quanto em quanto tempo posso realizar novamente o tratamento de Laser CO2 Fracionado?

O intervalo entre as sessões do Laser CO2 Fracionado vai depender da avaliação do médico, mas em média elas podem ser realizadas de um ou dois meses entre uma e outra sessão.

Resultados esperados após a aplicação do Laser CO2 Fracionado.

O resultado depende do objetivo a ser alcançado. Em casos de rejuvenescimento por exemplo, os resultados costumam aparecer entre uma semana a um mês após a primeira sessão. Para casos de tratamentos que demandam mais sessões, os resultados podem demorar um pouco mais para começar a aparecer.

Tenha em mente que o laser de CO2 fracionado pode ser personalizado. Os tratamentos podem ser mais profundos, com maior cicatrização e tempo de afastamento, ou mais superficiais, com menor tempo de cicatrização.

Alguns pacientes preferem fazer dois tratamentos que não sejam tão profundos, de forma que evitem muito tempo de afastamento. Você verá alguns resultados imediatos, mas possivelmente precisará de mais tempo e sessões para ver os resultados completos.

Após a pele cicatrizar, o que pode levar de 3 a 7 dias, existirá um período de 1 a 4 semanas, quando sua pele poderá ficar ligeiramente rosada. Durante este período, sua pele ficará mais fina e necessitará de cuidados específicos.

À medida que a cor retornar ao normal, você perceberá que as linhas de expressão e as manchas estarão menos visíveis e a pele já apresentará pontos de jovialidade.

É possível notar que a pele fica com mais viço, reduzindo os poros e melhorando a textura. Com o tempo, percebe-se melhora nas rugas e manchas da pele.

Como é o processo de recuperação após realizar o Laser CO2 Fracionado?

Durante as primeiras 24 horas após o tratamento, você terá a sensação de que sua pele foi queimada pelo sol.  Consequentemente ficará muito ressecada. Sua pele vai descamar por 2 – 7 dias e ficará rosada por 1 a 4 semanas. Esta cicatrização depende do quão profundo foi seu tratamento.

Após mais ou menos uma semana, você poderá usar maquiagem para cobrir o rosado. Raramente contusões se desenvolverão, as quais podem levar duas semanas para resolver. Reserve 1 semana sem eventos sociais como casamentos, reuniões, fotos em família, etc, só para garantir.

Uma dúvida muito comum no consultório é: “Posso voltar para o trabalho e atividades imediatamente?” Vai depender de qual área que será tratada. Se for área facial, a resposta é não.

Você terá que reservar o restante do dia para aplicar cuidar da área tratada seguindo rigorosamente as orientações médicas indicadas. Se for área corporal, não será necessário se afastar das suas atividades diárias, exceto atividades físicas durante os primeiros dias.

É muito comum o paciente apresentar eritema (ou seja, vermelhidão) e inchaço na pele após o uso do laser CO2 fracionado.

O edema pode durar até 7 dias, enquanto a cor vermelha pode durar até 15 dias. Para ajudar nesse processo, oferecemos ao paciente o uso do LED que é um tratamento de fototerapia a laser de baixa potência.

Através da emissão luminosa calmante da pele é capaz de promover aumento no metabolismo celular e consequente reparo tecidual. Tem efeito antiflamatório e gera estímulo de colágeno. É indicado também o uso de cremes prescritos pelo médico para melhor cicatrização e mais rápida recuperação.

Como a pele está mais sensível, não se deve esquecer o uso do protetor solar rotineiramente, com fator mínimo de proteção 50 ou mais que deve ser reaplicado a cada 2 horas.

É necessário em média, 1 semana de dedicação para a recuperação do procedimento de laser de CO2 fracionado. Algumas recomendações médicas são:

  • Não expor-se ao sol nos 15 primeiros dias após aplicar o laser CO2 fracionado.
  • Hidratação com creme hidratante prescrito pelo médico.
  • Aplicação de filtro solar com alta proteção UVA e UVB nas áreas tratadas.
  • Elevação da cabeça com um travesseiro extra à noite para diminuir o edema.
  • Aplicação de compressas geladas se necessário.
  • Evitar o uso do fumo.

O que pode ser feito para amenizar o desconforto após realizar a aplicação do laser?

Pode ser realizadas sessões de LED que é um tratamento de fototerapia a laser de baixa potência através da emissão luminosa que é capaz de promover aumento no metabolismo celular e consequente reparo tecidual. Tem efeito calmante da pele, antiflamatório e gera estímulo de colágeno.

Hidratação com cremes multireparadores que acalmam e regeneram as peles sensíveis após alterações como irritação ou exposição ao calor.

Aplicação de água termal, uso de compressas geladas, ou compressas de camomila nas primeiras horas também ajudará a acalmar a pele.

Quanto tempo os efeitos do tratamento duram?

O tempo de efeito do tratamento depende do tipo de tratamento que foi realizado e do quão bem você protege sua pele contra a ação do sol e outros fatores que causam envelhecimento, tais como sua saúde geral, tabagismo, alterações de peso, cuidados com a qualidade da pele, etc.

Se você aplicar protetor solar, usar chapéu com abas e manter uma rotina de cuidados com a pele, você pode manter os bons efeitos de seu tratamento laser de CO2 por vários anos. Lembrando que o processo de envelhecimento é contínuo.

O Laser CO2 Fracionado pode ser combinado com outro tratamento?

Sim. É necessária uma indicação médica para combinar tratamentos de forma que potencialize os resultados sem agredir a pele ou a saúde do paciente. Na consulta, o médico consegue avaliar a pele e entender os objetivos do paciente, podendo assim montar um plano estratégico de tratamentos que potencializam resultados.

  • Para rejuvenescimento e tratamento de rugas e linhas de expressão por exemplo, pode ser indicado o Laser CO2 e aplicação de Toxina Botulínica ou mais conhecida como “Botox”. A toxina botulínica aliada ao CO2 fracionado causa um efeito lifting na pele, aumentando muito o rejuvenescimento, principalmente na área dos olhos.
    Para o mesmo objetivo ou visando também o preenchimento de áreas faciais que tiveram perda de gordura através do tempo, pode ser indicado um plano de Laser CO2 Fracionado e Preenchimento com Ácido Hialurônico. Ambos os tratamentos auxiliam na suavização de rugas mais profundas da pele e o preenchimento com Ácido Hialurônico devolverá para a face seu contorno natural e jovial.
    Visando rejuvenescimento, pode ser indicado também um plano de Laser CO2 e Biostimuladores de colágeno como Sculptra, Radiesse ou Ellansé. Os bioestimuladores são procedimentos de efeito lifting. Poderosos estimuladores de colágeno no tratamento de flacidez e perda de gordura facial e corporal.
  • Para manchas na pele, pode ser indicado a combinação de Laser CO2. Localizado com sessões associadas de Luz Intensa Pulsada que também é um tratamento eficiente no combate às manchas e marcas de envelhecimento. Essa combinação é capaz de potencializar o tratamento de remoção de manchas nas áreas da face, pescoço, colo e mãos.
  • Para tratamento de estrias, pode ser indicado a combinação de Laser CO2 Fracionado e Sessões de MMP – Microinfusão de Medicamento na Pele. MMP é uma técnica de “drug delivery” (permite a entrega eficaz de moléculas terapêuticas em variados alvos da pele), que consiste na infusão de medicamentos e ativos na pele através de um dispositivo injetável, que leva esses ativos diretamente às camadas da pele a serem tratadas, potencializando o resultado dos tratamentos de estrias.
  • Para potencializar o tratamento em áreas de flacidez como face, papada, pescoço, e algumas áreas corporais, pode ser indicado um plano de Laser CO2 Fracionado. Localizado e o Ultrassom micro e macro focado Ultraformer III. O ultrassom é um tratamento que foi desenvolvido com o intuito de proporcionar efeito de “lifting” facial ou corporal de forma não-invasiva e não-cirúrgica. Essa é uma combinação poderosa para tratamento intenso de flacidez.
    Outra opção para melhora no aspecto da flacidez seria o plano de CO2 Fracionado e Legacy. O Legacy é um equipamento de alta tecnologia para tratamentos de gordura localizada, flacidez e celulite. Além de tratar áreas menores como face, pescoço e colo, é muito eficaz em grandes áreas como nádegas, coxas, abdômen, costas e braços.

Contraindicações do tratamento.

O laser CO2 fracionado é contraindicado em pacientes com predisposição a hiperpigmentação (por exemplo, o melasma), pessoas com lúpus e outras doenças fotossensíveis, herpes em atividade ou outras infecções na pele.

Além disso, ele não deve ser feito em pessoas que usam medicamentos fotossensibilizantes, anticoagulantes orais e a isotretinoína para tratamento da acne. Pacientes com problema de cicatrização hipercrômica (cicatrizes escuras) ou hipocrômicas (cicatrizes claras) também devem ser avaliados.

O procedimento não é indicado para grávidas, já que não há estudos que comprovem a segurança para elas. Há algumas situações em que impedem o paciente de realizar o procedimento de Laser CO2 Fracionado:

  • Pessoas com acne ativa.
  • Pele com predisposição a hiperpigmentação (por exemplo, o melasma)
  • Gestantes.
  • Herpes em atividade.
  • Pessoas com sensibilidade à luz, como os portadores de lúpus e pênfigo.
  • Pessoas com pele bronzeada .

Possíveis complicações após o tratamento com Laser CO2 Fracionado.

Como a pele fica sensível com esse tipo de tratamento, há o risco de infecções. Além disso, o processo pode muitas vezes gerar cicatriz, queloides ou mesmo manchas. Além disso, outra complicação possível é vermelhidão (eritema) persistente na pele.

Antes de tomar a decisão de realizar o procedimento, é necessário realizar uma consulta com um profissional. No IBEL, Instituto Belvedere, localizado em Belo Horizonte, frequentemente realizamos o procedimento com Laser CO2 Fracionado após avaliação e indicação médica.

O procedimento é realizado em consultório, pelo médico, com um auxiliar em sala para ajudar nossos pacientes em todos os processos que serão realizados, desde a aplicação do anestésico até a finalização do procedimento.

Todas os cuidados pré e pós o procedimento são esclarecidos por nossos médicos e profissionais, e o paciente é acompanhado durante todo o processo de recuperação. Oferecemos ao paciente uma sessão de LED para ajudar em sua recuperação e deixa-lo mais confortável e seguro.

Além da sessão de LED, o médico acompanhará o paciente e avaliará o processo de recuperação, análise de resultados e indicação de novos procedimentos se necessário para a potencialização e manutenção de resultados.

Para maiores esclarecimentos, agende uma consulta com um de nossos profissionais e desfrute de um atendimento personalizado para você!

Tem algo a dizer sobre este artigo? Comente abaixo ou compartilhe conosco no Facebook ou em nosso Instagram.